• Tecnologia Agropecuária
  • Agro 4.0

Visualize a produção de peixes

Jordy Meow de Pixabay

Sabia que o Brasil é o quarto maior produtor mundial de tilápia?

Sim, e isso é importante pelo seguinte motivo: o peixe é a proteína animal mais consumida no mundo. A sua produção supera a produção global de carne bovina, de frango e de porco:

Tipo de proteínaProdução global em 2017
Peixes172,6
>>> da pesca>>> 92,5
>>> de criação (aquacultura)>>> 80,1
Carne de frango121,2
Carne de porco119,6
Carne bovina68,4
 (milhões de toneladas)
Dados: OCDE FAO Perspectivas agrícolas 2019/2028

No momento, ainda se fala muito pouco da piscicultura como parte integrante do agronegócio e como atividade com grande potencial para alavancar o desenvolvimento. A narrativa sobre o agronegócio, e sobre a relação entre agropecuária, desenvolvimento e meio ambiente, ainda é monopolizada por pecuária, soja e cana-de-açúcar. Mas isso está mudando.

No Brasil, a piscicultura é um grande trunfo para uma alimentação saudável, produção de baixo impacto ambiental, redução da pressão sobre os estoques de peixes naturais e desenvolvimento econômico.

MAS HÁ UM PROBLEMA: falta informação. Os dados sobre a produção de peixes no Brasil são incompletos. As consequências são amplas. Por exemplo, o controle sanitário dos peixes produzidos em cativeiro é muito mais precário do que o controle sanitário da bovinocultura. Um dos motivos é a falta de informação sobre onde estão localizados os viveiros, quanto eles produzem e quais espécies produzem.

Se não fosse pelo MaPeixe, não seria possível saber onde estão localizadas as unidades piscícolas, quanto elas têm de área alagada, quanto elas têm de capacidade ociosa, qual é a sua fonte de abastecimento, quanto elas têm de mata ciliar, entre outros dados que nós geramos com tecnologia digital.

MaPeixe – digitalizando e integando a cadeia da piscicultura.